Ceará

ceara_destaque

A delegação do estado do Ceará vai levar oitenta mulheres ao 9º Encontro Internacional da Marcha Mundial das Mulheres, em agosto, sendo quarenta delas residentes na capital e as outras quarenta vindas do interior. Como parte do processo de organização, vêm sendo realizadas atividades de formação territoriais, tendo como principal tema o debate sobre a concepção da Marcha sobre Feminismo.

As atividades são realizadas a partir dos lugares de organização da MMM no estado, que são: o Comitê Sertão Central (Quixadá, Quixeramobim, Choró e Banabuiú); o Comitê Inhamuns (Crateús, Ipu, Ipaporanga, Nova Russas e Quiterianópolis); o Comitê Fortaleza (diversos bairros) e o Núcleo Universitário na Universidade Estadual do Ceará (UECE).

A primeira etapa da preparação tem como objetivo debater, fortalecer e reafirmar o feminismo da MMM, na perspectiva de construção de uma sociedade justa e igualitária entre mulheres e homens que perpassa, imprescindivelmente, pela auto-organização das mulheres. Já foram realizados dois encontros territoriais, no Sertão Central e nos Inhamuns, com a participação de quarenta mulheres no total. Em Fortaleza, a primeira etapa do processo de formação se dará no dia 08 de Junho, e é aguardada a participação de quarenta mulheres.

ceara2

Auto-organização das mulheres para o Encontro Internacional da MMM

Além do momento de reflexão sobre o Feminismo, elas também debateram sobre a organização necessária para sua ida ao Encontro Internacional, tanto no que se refere a ações financeiras quanto a momentos posteriores de formação. Em ambos os comitês, criaram-se agendas locais compostas por atividades como: bazar, rifas, bingos e busca de apoio a partir dos Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais nos municípios.

A segunda etapa de formações tem como tema a “Mercantilização do Corpo e da Vida das Mulheres”, trazendo como central a reflexão sobre a Prostituição a partir da percepção dessa atividade como uma expressão da lógica machista e patriarcal que violenta e explora as mulheres.
A última etapa vai ter como foco a “Autonomia sobre nossos Corpos”, questionando a maternidade como imposição e, assim, trazendo o tema do aborto para o debate, juntamente com a discussão sobre a realidade das mulheres e sobre como se posicionar diante de um tema tão polêmico.

Os debates culminam em um Encontro Estadual, que acontecerá em Fortaleza, nos dias 26, 27 e 28 de julho, para o qual está prevista a presença das 80 mulheres, vindas de todo o estado do Ceará, que irão para São Paulo participar do 9º Encontro Internacional da Marcha Mundial das Mulheres, em agosto.

Fique atenta às atividades de formação marcadas:

* Fortaleza
1º Momento de Formação – Rumo ao 9º Encontro Internacional
08 de Junho (sábado), das 09h às 16h

* Quixadá
Tema: Prostituição
20 de Junho, das 08h às 12h

* Quixeramobim
Tema: Aborto
11 de Julho, das 08h às 12h

* Ipu
Temas: Prostituição e Aborto
19 de Junho, das 08h às 15h

Ceará seguirá marchando até que todas sejamos livres!

Anúncios

Tags:, , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: