Feminismo e agroecologia no Encontro Internacional da MMM

agroecologia

Hoje pela manhã foi realizada a oficina Feminismo e agroecologia: a experiência das mulheres na construção de práticas agroecológicas. A programação faz parte do quinto dia do 9º Encontro Internacional da Marcha Mundial das Mulheres, que acontece pela primeira vez no Brasil, em São Paulo.

A partir das lutas das mulheres rurais e camponesas, está em curso um processo de reconhecimento de sua contribuição ancestral na agricultora. Parte dessa história é a luta para reconhecer a produção da mulher, por exemplo, nos quintais, com as horas, pomares e criação de pequenos animais. Ao mesmo tempo em que se considera que essa é a parte da terra que cabe às mulheres, seu trabalho no roçado continua sendo invisibilizado. A atuação das mulheres na agricultura é marcada pela pluralidade.

A agroecologia supera práticas tradicionais de produção dos alimentos, em geral preservadas e exercidas pelas mulheres, assim como a preservação das sementes crioulas. Além disso, a agroecologia é um modo de produção, mas também é um movimento político contra-hegemônico que tem propiciado espaços de participação e reconhecimento das mulheres e, portanto, de seu fortalecimento como lideranças políticas e da ampliação de sua autonomia. Os avanços e desafios do feminismo para a construção da agroecologia foram debatidos nessa oficina.

Anúncios

Tags:, , ,

Trackbacks/Pingbacks

  1. FEMINISMO Y AGROECOLOGIA EN EL ENCUENTRO INTERNACIONAL DE LA MARCHA MUNDIAL DE LAS MUJERES | SSQ - setembro 5, 2013

    […] nota original aquí (en […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: