MMM reune 4 mil mulheres de 48 países em manifestação na Avenida Paulista

Ação marcou encerramento do Encontro Internacional da Marcha Mundial das Mulheres. 

No dia 31 de agosto, 4 mil mulheres de 48 países ocuparam as ruas de São Paulo na Manifestação Feminismo em Marcha para Mudar o Mundo. O ato encerrou o 9 Encontro Internacional da Marcha Mundial das Mulheres, iniciado no dia 25 de agosto. Nesta manifestação, a auto-organização das mulheres foi reafirmada como estratégia política e de ocupação do espaço público, com irreverência, solidariedade e uma mensagem clara de que para mudar a vida de todas as mulheres é fundamental derrotar o sistema capitalista, patriarcal, racista e lesbofóbico.

Assista ao vídeo produzido pela Convergência de Comunicação dos Movimentos Sociais durante o Encontro:

Durante toda a semana, mulheres de 48 países estiveram reunidas no Memorial da América Latina debatendo questões relacionadas à luta das mulheres em todo o mundo, no 9º Encontro Internacional da Marcha Mundial das Mulheres. O evento terminou no sábado, 31/08, com uma grande manifestação, que saiu do vão do MASP, na Avenida Paulista, e terminou na praça da República, com shows de Karina Buhr, Krudas Cubensi e Chinelo de Couro.

Através de debates, oficinas, shows e intervenções urbanas, as mulheres de todas as idades e diferentes realidades puderam pensar o movimento, suas ações no mundo, as problemáticas que enfrenta e possibilidades de soluções. No sábado, as ativistas foram às ruas de São Paulo reafirmar a atualidade de sua luta internacionalmente. A manifestação teve como tema Feminismo em Marcha para Mudar o Mundo, mesmo nome recebido pelo documento final do Encontro, produzido como síntese dos debates da MMM do Brasil.

ManifMMM

Cerca de 200 batuqueiras marcaram presença na manifestação. #31feminista

O Encontro Internacional da MMM

Esta edição do Encontro Internacional da MMM, além de ser a oportunidade de encontro de militantes do movimento de todas as partes do mundo para importantes formações e deliberações, representou um momento especial para o Brasil.

O país sedia pela primeira vez esse evento, dando um salto em suas proporções, que contava até a última edição com algumas centenas de participantes.

Também será o momento de encerramento de um ciclo. Durante o Encontro, foi eleita a nova composição do Secretariado Internacional da Marcha, que agora passa a ser Moçambique. A MMM do Brasil esteve à frente do movimento mundial nos últimos anos, e a gestão brasileira passa o bastão tendo alcançado diversas realizações e conquistas.

“Foram sete anos nessa missão, com várias ações internacionais, com uma conjuntura que se complicou ainda mais, marcada pela crise geral do sistema e o recrudescimento dos ataques conservadores. Faremos um balanço desse período que vai nos fortalecer para o que venha adiante”, conta Miriam Nobre, coordenadora do Secretariado Internacional da MMM.

Sobre a MMM

A Marcha Mundial das Mulheres é um movimento feminista internacional que surgiu no ano 2000 como uma grande mobilização que reuniu mulheres do mundo todo em uma campanha contra a pobreza e a violência. Atualmente, a MMM está organizada em mais de 150 países e territórios. Entre seus princípios estão a organização das mulheres urbanas e rurais a partir da base e as alianças com movimentos sociais. A Marcha defende a visão de que as mulheres são sujeitos ativos na luta pela transformação de suas vidas, e que essa transformação está vinculada à necessidade de superar o sistema capitalista patriarcal, racista, homofóbico e destruidor do meio ambiente.

Anúncios

Tags:, , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: